NOTA DE REPÚDIO AO ATO DE VIOLÊNCIA APRESENTADO PELA EMPRESA REUNIDAS CONTRA O MOVIMENTO DE CICLISTAS NO DIA MUNDIAL DO CICLISTA NA CIDADE DO NATAL

quinta-feira, 16 de abril de 2015

O Coletivo Bicicletada Natal vem por meio dessa nota declarar todo o repúdio contra o ato de violência praticada pela Empresa Reunidas Transporte Urbanos LTDA, presenciado ontem, 15 de Abril de 2015, ao demonstrar total despreparo e falta de atenção na prestação de serviço dos transportes públicos aqui na cidade do Natal.
Ontem (15) foi comemorado e lembrado num movimento cicloativista o Dia Mundial do Ciclista, sendo este uma forma de conscientização e luta por uma nova cultura de mobilidade urbana que não privilegie o projeto moderno de produção e consumo de carros, que se apresenta hoje como grande vilão do bem estar social das cidades. Este modelo engessado de mobilidade tem causado grandes congestionamentos, impedindo a circulação e trafégo das pessoas, principalmente como a circulação das SAMUs, ambulâncias, carros de bombeiros, veículos policiais, transportes de atendimento de urgência à população, além da exacerbada poluição ao meio ambiente, que há décadas é enfoque em todo mundo para problemas ambientais/atmosféricos. A OMS¹ já classificou a poluição do ar, emitida principalmente por automóveis, como cancerígena, além de todas as comorbidades provenientes dessa fonte (principalmente em grandes cidades).
Essas são algumas problemáticas a serem pensadas se quisermos avançar em um projeto mais humano e sustentável de sociedade. Resoluções simples têm sido apresentadas, como a melhoria dos serviços de transportes públicos e incremento de vias seguras para deslocamento a pé ou de bicicleta, preferencialmente com arborização para gerar melhor climatização e maior filtração do ar já poluído. No entanto, essa resolução se engessa pela grande incoerência desse tipo de serviço ser prestado por uma instituição privada. Empresas privadas obviamente visam o lucro, e a população fica a mercê dos despautérios dessas empresas, que frequentemente desrepeitam, por meio dos seus empregados mal pagos, as leis de trânsito e a vida humana. Todos os dias milhões de trabalhadores necessitam utilizar o transporte público e são submetidos a longas esperas nas paradas de ônibus (sem proteção alguma), linhas insuficientes, onde os cidadãos lutam para conseguir entrar e se enlatar dentro de um ônibus. Aqui em Natal/RN, os ônibus não apresentam sistema nenhum de climatização, tornando ainda mais insuportável e degradante a relação dos usuários com esse tipo de transporte.
Na data passada, presenciamos e fomos vítimas de mais uma problemática fruto dessa relação público/privado: as enormes tensões as quais são submetidos os motoristas de ônibus para o cumprimento de horários sempre apertados. Além do fato de treinamentos para uma adequada convivência com pedestres e ciclistas serem pouco frequentes e sem efetividade. É inadmissível que a população tenha que ser atendida dessa forma! Mal colocamos o pé no ônibus e os motoristas avançam sem qualquer segurança. Esse problema só tem se aprofundado, com agravante  na existência da dupla função dos motoristas, regularizada judicialmente, forçando-os a dirigir, passar troco e liberar a catraca para os usuários. Natal tem andando na contramão da política de mobilidade urbana implantada no restante mundo e parte do Brasil, a exemplo de São Paulo/SP. Por isso, nosso companheiro Herisson dos Santos, 25 anos, Desenhista Técnico, acabou sendo vitíma de uma atitude imprudente e agressiva por parte do motorista da Reunidas na noite de ontem. Esse não foi o único fato: há vários relatos de abusos de motoristas de carros,com destaque para outro ocorrido próximo ao nordestão da Roberto Freire. Na ocasião, outro motorista da Reunidas avançou sobre um grupo de ciclistas que transitava pelo local, desencadeando numa intervenção do coletivo, que obstruiu a passagem deste até que todos realizassem a travessia com segurança.

11150869_628448577254575_2218225487167931864_n.jpg



Esse fato, só demonstra a necessidade de avançarmos na luta contra essa cultura violenta e marjoritária do automóvel, melhorando o serviço de transporte público, pensando em uma cidade para as pessoas, na acessibilidade de pessoas com limitações físicas,  e na circulação de ciclistas, motociclistas, carroceiros e pedestres. Todos sofremos com a prepotência dessa cultura etnocêntrica que vitima, mutila e interrompe milhares de vidas todos os anos.
Convocamos entidades, a ACIRN e cicilistas a nos organizarmos e darmos visibilidade a esse fato como maneira de promovermos a educação no trânsito e chamarmos os órgãos competentes a se responsabilizarem quanto as suas atribuições. Herisson precisa de apoio nessa luta por seus direitos, que é uma luta nossa. Precisamos construir uma luta solidária e permanente para evitarmos que incidentes mais graves possam continuar a acontecer. É hora de avançar, é hora de nos unirmos pois só estamos começando a crescer \0

#TODASOLIDARIEDADEAHERISSON #NÃOFOIACIDENTE #VAITERCICLOVIA #ESTAMOSEMLUTA

¹World Health Organization. September 2011. Urban outdoor air pollution database. [Acesso em 16 de Abril de 2015.] Disponível em: URL: http://www.who.int/entity/phe/health_topics/outdoorair/databases/OAP_database_8_2011.xls


video

Nenhum comentário:

 

FACEBOOK

Quando acontece?

Quando: toda última sexta-feira do mês.
Onde: concentração no IFRN, Salgado Filho.
Horário: a partir das 19 horas e saída as 19:30hs.

O roteiro (suscetível a alterações a qualquer tempo) é definido no ato da concentração.

Qualquer um pode participar, não importa o sexo ou a bicicleta, não fazemos competição, não fazemos só um passeio, fazemos ciclopasseata, cicloativismo, paramos em sinais, abrimos faixas, cartazes, panfletamos, conversamos com motoristas e nos divertimos muito assim, promovendo a bicicleta na cidade.

Então, chame seus amigos e junte-se a nós!
Leve faixas, cartazes, placas, personalize sua bike, ou seja, use sua criatividade para transmitir à cidade nossos ideias.
A participação é livre e gratuita, venham para somar.

É desejável o uso de equipamentos de segurança como capacete e luzes sinalizadoras.

Menores de idade somente acompanhado de um responsável.

Pense a respeito

"Não é demonstração de saúde ser bem ajustado a uma sociedade profundamente doente". - Krishnamurti

"Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas motivadas e comprometidas possa mudar o mundo" - Margaret Mead

"Posso não conseguir mudar o mundo, mas vou me divertir tentando" - Anônimo

"Precisamos em Natal na verdade, é de Mobilidade Humana" - Milena Trigueiro

"Bicicletada Natal, não é um grupo de passeio, é um estado de espírito" - Clebson Melo

Sem Ciclos

Sem Ciclos
É um blog desenvolvido pela Bicicletada Natal/RN para catalogar os acidentes envolvendo ciclistas no estado. Tem por objetivo argumentar a necessidade da estrutura e da segurança para os ciclistas, de forma que entada-se que o uso da bicicleta está além da diversão e lazer e que para tanto, necessita de políticas que enxerguem a necessidade de trabalhar esse modal em todos os seus aspectos. Sabe de alguma ocorrência de acidente com ciclista? Informe-nos aqui.